Fator determinante de enfrentamento de uma crise é estar preparado!

Diretor técnico do Sebrae/SC, Luc Pinheiro, afirma que o momento é de replanejar o negócio

 

   

 “A pandemia da covid-19 surpreendeu muitos empresários que não estavam preparados para a mudança. Essa análise é sem considerar o cenário financeiro ou de exposição de mercado, mas sim a inovação e o poder de ação frente ao cenário atual de distanciamento social” expôs o diretor técnico do Sebrae/SC, Luc Pinheiro, durante participação nesta semana no projeto “Lives para a retomada”. A iniciativa é da Associação Empresarial de São Miguel do Oeste (ACISMO) e visa levar capacitação e informações aos associados neste momento de restrições e isolamento social.

Com o tema “repensar seu negócio é fundamental” Pinheiro explanou sobre cenários pré, durante e pós-pandemia. Segundo o empreendedor e assossiativista, antes da crise sanitária as empresas, principalmente de Santa Catarina, estavam na direção da inovação e do aumento da competitividade, porém careciam de upgrade na velocidade da implantação dos processos. “Isso não era prioridade na maioria das organizações, mas sim algo que deveria ser realizado quando tivessem tempo. Muitas empresas iniciaram o processo e estavam em desenvolvimento, enquanto outras aguardavam para ver o que aconteceria”, destacou.

De acordo com Pinheiro, todos falavam sobre melhorias de processos, implantação de inovações e medidas para transformação digital, contudo a execução ainda era escassa. “Quando começou a pandemia foi o momento em que ocorreu a separação das empresas que estavam trabalhando com isso e que puderam rapidamente se adequar, daquelas que estavam apenas no discurso”, enfatizou. Exemplo disso, são empresas que não tinham contatos de seus clientes para manter a empresa ativa mesmo com distanciamento social e aquelas que desejavam vender pelo Instagram e não tinham seguidores ou era um número insuficiente para ações de vendas pela rede social.

Contrariando alguns posicionamentos de que o Brasil está no pós-pandemia ou de um novo normal, Pinheiro defende que o País ainda está no enfrentamento da crise e de que ninguém pode precisar quando acontecerá a próxima etapa desse cenário. “Pós-pandemia será o momento de reestruturar empresas, mas principalmente olhar para o mercado, porque pode ocorrer que o seu cliente desapareça, em função da perda de rendimentos ou de emprego. Por isso, o fator determinante é estar preparado antes de que a crise aconteça”, assegurou.

Este período singular vivenciado por todos, segundo o diretor técnico, é imprescindível para se reinventar, aprimorar a gestão e o planejamento e pensar em novos mercados. “Muitas pessoas atribuem o conceito de inovação à tecnologia, quando na realidade trata-se de um processo de melhoria interna ou da busca de estar à frente de seu setor com capacidade de oferecer novos produtos e serviços. De maneira simples, é olhar criteriosamente para tornar a empresa mais eficiente”, comentou. Pinheiro também ressaltou a importância de avaliar as capacidades empreendedoras como persistência, resiliência, organização e eficiência para compreender os diferenciais nos negócios.

Para auxiliar na retomada dos negócios o Sebrae/SC preparou conteúdos exclusivos com o intuito de contribuir na definição de estratégias para nova realidade do mercado. Os temas são essenciais para planejar, gerir e melhorar o negócio em tempos de pandemia, além de empreendedorismo, finanças, marketing e gestão de pessoas. Os interessados devem realizar inscrição no link sebrae.sc/kit-estrategias-retomada.